Maio 22, 2019

ACESSAR CONTA

Usuário
Senha
Lembrar

NOVAS ELEIÇÕES EM ROLIM DE MOURA. QUEM VOCÊ QUER PARA SER SEU RE

Lamentamos que o Município de Rolim de Moura esteja passando por esse processo traumático de cassação de prefeito e vice por irregularidades em sua campanha eleitoral em 2016. A demora de mais de dois anos para julgar o caso ocorrido ainda na eleição de 2016 mostra que a Justiça Eleitoral precisa encontrar meios de agilizar esse tipo de julgamento.
Sem entrar no mérito da decisão legítima, não se pode demorar tanto tempo para definir questões importantes relacionadas as eleição, para não interferir no processo eleitoral. Foram mais de dois anos sem resolver, fato semelhante também ocorreu na cidade de Pimenta Bueno. Agora, a decisão muda a vida de mais de 60 mil de habitantes, em um município que ainda é muito dependente do poder público.
Vem já no mês de dezembro as eleições suplementares marcada pela Resolução 13/2018 do TRE para o dia 9 de dezembro de 2018, desta forma volto a defender a necessidade de eleições limpas no município, com uma nova forma de fazer política. No combate ao caixa 2 e a compra de votos. Vários nomes vêm se apresentando como pré-candidato, sendo que estes precisam se conscientizar que a disputa precisa ser correta, dentro das regras, com dinheiro declarado, sem compra de votos, sem extrapolar limites legais e sem uso da máquina pública.
Esperamos que o eleitor também tenha a consciência de exigir condutas condizentes dos políticos e valorizar o seu voto, não o trocando por migalhas, dinheiro ou qualquer bem. Como se dizem , “o voto não tem preço, tem consequência”. O Brasil está passando por momento de depuração. Esse momento, claro, tem que ser feito também em nosso município depurar os políticos (os velhos grupos), sesses grupos que perderam sua hegemonia nas urnas e vem agora tentar buscar o espaço na administração municipal para acolher seus militares e membros partidários que ficaram sem emprego em 2019.
O prefeito que vencer o mandato tampão vai ter que apresentar capacidade administrativa e política. É mais um grande desafio, com uma administração que exige responsabilidade, com uma administração pública coerente, responsável e transparente, que vise benefícios sociais para atender a sociedade de forma satisfatória, deve priorizar o planejamento, como um delineamento dos objetivos da administração e como meio para resolver os problemas deixados e buscar a execução das ações voltada para a prestação de serviço eficiente a população e permitir o controle do que se busca dentro de uma administração pública, cumprindo assim, a responsabilidade social depositada sobre as entidades públicas.
Testa forma a nova administração deve visar a gestão técnica sem compromissos políticos, priorizando o planejamento sustentado em bons projetos é um dos mais importantes instrumentos para transformar uma estratégia em resultados práticos, e gerenciar esses projetos é aplicar conhecimentos, habilidades, técnicas nas atividades de forma a atingir os resultados esperados.
Nosso município não pode mais ficar nas mãos desses grupos políticos que vem a décadas delapidando nosso patrimônio público, sugando os recursos públicos e não atendendo de forma eficiente as pessoas que necessitam do serviço de saúde, educação, esporte, lazer e etc...
Reflitam! O que queremos para o nosso município, ficarmos com as mesmas pessoas e grupos políticos que vem dominando a décadas nosso município ou vamos buscar um NOVO NOME para administrar nossa cidade uma pessoa nova com responsabilidade, honestidade e capacidade de administrar o município sem estar compromissados com a velha política, sem conchavos, se macula. Não se pode errar novamente pois como digo a escolha de um representante político errado interfere na vida todos os munícipes.

Delegado Morari
Vereador em exercício de Rolim de Moura.

 
Avalie este item
(0 votos)
© 2017 Todos os Diretos Reservados